segunda-feira, 3 de setembro de 2007

CBR 600 RR

A esportiva Honda CBR 600 RR está sendo muito bem vendida no Brasil. Em relação ao ano anterior, o peso foi reduzido em 8 kg (são 155 kg a seco), novo quadro de alumínio e sistema de amortecedor de direção eletrônico.



O motor de quatro cilindros em linha e 16 válvulas é mais leve e silencioso e desenvolve potência de 120 cv a 13.500 rpm (3 cv a mais que o anterior) e torque máximo de 6,73 m.kgf a 11.000 rpm.
O amortecedor de direção tem sensores de velocidade e aceleração, para anular eventuais oscilações do guidão nas rápidas arrancadas. O preço é de US$ 23.195 ou R$ 45.000.



Conheça abaixo os principais atributos do modelo:

Design: Design inspirado nas asas dos aviões e nos carros de Fórmula 1.
A CBR 600RR foi totalmente redesenhada, buscando o máximo em agressividade, esportividade e desempenho.

Motor: O mais leve e compacto motor da categoria 600cc, com 4 cilindros em linha, jamais equipado em uma super-esportiva de média cilindrada

H.E.S.D. (Honda Electronic Steering Damper): Novidade no modelo 2007, a nova geração do Amortecedor de Direção Eletrônico (HESD) contribui para manter suaves e firmes as reações da direção em alta velocidade.

Chassi: Com novo desenho e muito mais leve e compacto, o novo chassi tipo Diamond com dupla trave de alumínio, proporciona maior resistência ao modelo.

Injeção eletrônica PGM-DSFI: Injeção eletrônica dupla de combustível. O sistema processa com precisão a quantidade de combustível através de dois bicos injetores, obtendo o máximo de eficiência na combustão.

Entrada de ar frontal (RAM-AIR): Nova entrada de ar, posicionada no centro da carenagem frontal, regula a entrada do fluxo de ar, especialmente em alta velocidade.

Suspensão dianteira HMAS UPSIDE DOWN: Inspirada na Campeã do Mundial de MotoGP 2007, totalmente regulável, mantém o pneu firme no solo, permitindo o piloto ajustar a suspensão conforme seu estilo de pilotagem.

Suspensão traseira Unit Pro Link: Com amortecedor ancorado na balança de alumínio (revestida de magnésio), permite múltiplas regulagens, garantindo elevada capacidade de tração e estabilidade.

Freios: Duplo disco flutuante na dianteira e disco simples na traseira, de grande capacidade e reação imediata, mesmo em alta velocidade, contribuindo para o equilíbrio da motocicleta em frenagens mais esportivas.

Escapamento Centre-up: Com novo design, maior capacidade e mais leve, o novo escapamento centre-up melhora a inclinação da moto nas curvas em alta velocidade.


Novo painel esportivo: Novo painel mais compacto e totalmente eletrônico, com tacômetro e displays digitais, permite excelente visibilidade de todos os comandos da motocicleta.

Novo farol "line-beam": Com novo design, mais arrojado e esportivo, projeta um potente feixe luminoso, garantindo segurança na pilotagem.

HISS (Honda Ignition Security System): Sistema de identificação por meio de chip eletrônico da chave de ignição que proporciona maior segurança ao estacionar a motocicleta.



Fonte: Webluxo

Um comentário:

Marcos disse...

Como pode uma moto dessa custar R$45.000,00 em um país que o salário mínimo é mesmo mínimo (R$380,00)!!!
Cada vez mais a desigualdade social mostra a sua cara... nada justificam os erros, mas para se poder ter um 'sonho de consumo' como esse, o que se deve fazer?? Trabalhar?? ahaha
Sò se for no congresso nacional!!
Na Europa, compra-se uma moto dessa por menos de R$22.500,00 (nova) Isso mesmo! Menos da metade!
Mas ok... o salário mínimo na Europa é sempre mais que os míseros R$80,00!!
è mesmo uma vergonha e falta de consideração com os pobres!
o jeito mesmo é fazer outra coisa do que trab....! E viva os Direitos Humanos!